Sábado, 26 de Setembro de 2009

Madonna e a paixão por Michael Jackson, os resultados do futebol, Almada Fashion 2009 e as legislativas 2009!!!

 

Pessoal entrem neste blog http://morangoserebeldes.blogs.sapo.pt e encontram tudo sobre os "Morangos com Açucar", exclusivos, noticias e muito mais, moranguitos em erotismo e em entrevistas, não exitem cliquem no link e visitem, votem no blogstar neste blog e no que referi e no que ainda irei referir e não deixem de comentar, também têm outro blog onde podem fazer download dos episódios dos MCA e do DVD das "Just Girls, ao Vivo no Campo Pequeno". Que estão à espera? Não exitem e entrem em http://episodiosmcadownload.blogspot.com. Visitem também http://hiphopstylegraffiter.blogs.sapo.pt.

 

 

Hoje novidades inéditas aqui no "Bué Radical"...

 

 

Madonna foi apaixonada por Michael Jackson?

 

 

 
 

Michael Jackson em concerto no pico da fama

Michael Jackson em concerto no pico da fama

 
 

Michael Jackson pensava que Madonna estava completamente apaixonada por ele. O Rei da Pop chegou mesmo a dizer que recusou os avanços da cantora porque não a achava sexy. Numa entrevista de 2001, Michael Jackson disse: -  Acho que ela estava mesmo apaixonada por mim, mas eu não. Ela fez demasidas loucuras. Eu sabia que não tínhamos nada em comum e ela não é nada sexy. Para mim, ser sexy vem do coração, na maneira como te apresentas e estás.

Ao mesmo tempo, Jackson estava convencido de que Madonna tinha inveja da sua carreira. - Somos admirados e tidos como maravilhosos porque são invejosos e queriam estar no nosso lugar. Madonna é uma dessas pessoas. É uma mulher e acho que isso a incomoda, porque as mulheres não gritam por outras mulheres. E os homens são demasiado cool para gritar por uma mulher. Eu tenho os desmaios e a adulação e ela não.

 

 

 

 

 

Os resultados dos jogos de futebol de hoje...

 

 

26 Setembro 2009 - 21h14

Golo de Falcão decide jogo frente ao Sporting

FC Porto vence clássico do Dragão (COM REACÇÕES)

O FC Porto venceu o Sporting por 1-0, com um golo de Falcão logo aos 3´, na sequência de um livre lateral marcado por Belluschi. O jogo ficou marcado pela polémica, com dois jogadores do Sporting expulsos, ambos na segunda parte. Primeiro foi Polga a ver um segundo amarelo, por falta sobre Hulk, que deu grande penalidade - falhada por Falcão. Depois, bem perto do final, Miguel veloso também foi expulso por acumulação de amarelos, após falta sobre Fucile. Mas o primeiro cartão cartão ao internacional português foi muito mal mostrado por Duarte Gomes, dado que Veloso não cometeu qualquer falta sobre Hulk.

A vitória do Fc Porto ficou a dever-se, sobretudo, a uma excelente entrada em campo dos dragões, que asdfixiaram o Sporting logo de entrada, com Hulk a criar grande perigo.
 
 
O Sporting da primeira parte até teve duas excelentes ocasiões - porventura as melhores - com Postiga a cabecear à Trave e Matías Fernandez a isolar-se perante Helton, mas a não ser capaz de vencer a oposição do internacional brasileiro.
 
 
No segundo tempo, o jogo não deu grandes ocasiões, mas o FC Porto com mais esapaço pela expulsão de Polga, pode gerir o jogo mais á vontade, apesar do esforço dos leões, que por Vukcevix ainda assustaram a baliza portista.
 
 
O FC Porto voltou às vitórias após duas derrotas consecutivas e o Sporting, que vinha de quatro vitórias seguidas - voltou a perder e já está a oito pontos do líder, Sp. Braga.
 
 
PAULO BENTO: "NÃO HÁ COINCIDÊNCIAS"
 
 
O treinador do Sporting, Paulo Bento, criticou o trabalho do árbitro Duarte Gomes, que expulsou por acumulação de amarelos Anderson Polga e Miguel Veloso, na flash interview da SportTV, afirmando que "não há coincidências" e que o jogo "acabou por se estragar".

'Ando nisto há muito tempo. Quem jogou 15 anos à bola conhece-os a todos', disse o treinador sportinguista, sem nunca nomear Duarte Gomes, bem como o presidente da Comissão de Arbitragem da Liga de Clubes, Vítor Pereira, responsável pela nomeação de um árbitro a quem o Sporting colocou um processo.

Paulo Bento voltou a insistir que o Sporting 'é demasiado simpático com certas e determinadas situações', interrogando-se se o clube de Alvalade vai 'receber o Nobel da Paz'.

Sobre os erros do árbitro, apontou a 'dualidade de critérios' que levou Duarte Gomes a poupar o médio portista Raul Meireles do segundo amarelo no final da primeira parte.

Por seu lado, o treinador do FC Porto, Jesualdo Ferreira, realçou a forma como alguns dos seus jogadores 'cresceram muito' no dérbi, salientando ainda que a equipa do Sporting 'costuma sofrer golos nos primeiros 15 minutos'.

Benfica vence Cáceres e reforça objectivo de revalidar título

A equipa de basquetebol do Benfica, que venceu hoje o Cáceres na apresentação aos sócios, parte par ...
Benfica vence Cáceres e reforça objectivo de revalidar título
SportInveste Multimédia
A equipa de basquetebol do Benfica, que venceu hoje o Cáceres na apresentação aos sócios, parte para a nova temporada com o objectivo de revalidar o título de campeã nacional, mas o técnico Henrique Viana está consciente das dificuldades. Henrique Viana, que se manifestou satisfeito pela vitória no teste com o Cáceres por 84-71 (35-36 ao intervalo), em jogo realizado no Pavilhão da Luz, observou que o Benfica tem um plantel com qualidade e frisou que a formação, reforçada apenas com os norte-americanos Will Frsby e Nick Dewitz, discutirá o título "com humildade e trabalho". "Sabemos que o formato da competição é diferente e o campeonato vai estar mais equilibrado. Os adversários reforçaram-se bastante", disse o treinador do Benfica, após o encontro de apresentação, que se inseriu no "All Day Basket", um programa com actividades desde as 09:00, envolvendo todas as equipas do clube. Expressando satisfação pela prestação de hoje frente à equipa espanhola, Henrique Viana assinalou a melhoria dos "encarnados" nos aspectos defensivos, diante de um adversário "forte". O técnico referiu-se ainda ao facto de não ter podido dispor de quatro elementos na última semana (Elvis Évora e Ben Reed continuam lesionados e António Tavares e Ekjersey apenas retomaram os treinos na sexta-feira), mas salientou que a preparação tem decorrido "muito bem". No primeiro compromisso oficial do Benfica, a 01 de Novembro, em Albufeira, o Benfica discute com a Ovarense, vencedor da Taça de Portugal, a Supertaça.
 

 

Benfica-Leixões, 5-0 (ficha)

Mais uma goleada dos «encarnados» na sexta jornada da Liga

 

Benfica-Leixões: Cardozo com Nuno Silva
 
 

Mais uma goleada para o Benfica, que venceu o V. Setúbal por 5-0 neste sábado e manteve-se isolado no segundo lugar, a dois pontos do líder Sp. Braga.

Apesar dos números finais, o primeiro golo do jogo só chegou aos 45 minutos, marcado por David Luiz. Por essa altura o Leixões já estava reduzido a 10, por expulsão de Pouga.

Depois do segundo vermelho para os visitantes (Nuno Silva cometeu penalty sobre Aimar aos 55m), o Benfica arrancou para a goleada: dois de Cardozo, mais um de Ramires e outro de Maxi Pereira.

 

 

Almada na Moda...

 

 

 

 

No Complexo Municipal dos Desportos, no Feijó

Almada Fashion certame de moda

Almada Fashion 2009

 

 

No Complexo Municipal dos Desportos, no Feijó<br>Almada Fashion certame de moda<br>O certame Almada Fashion, terá lugar hoje,sábado, dia 26 de Setembro, pelas 21h30, no Complexo Municipal dos Desportos, no Feijó.

A Noivas d’Alma - uma loja nova - participa pela primeira vez neste desfile, a Noivas D´Alma contará com Rita Pereira, Núria Madruga, Orsi Feher, Marisa Perez, Andreia Rodrigues, Pedro Guedes e Afonso Vilela, entre outros conceituados manequins, para apresentar as suas propostas de moda de noivas e cerimónia para a estação Outono/Inverno de 2009.

Neste certame de moda, que este ano será apresentado por Cristina Ferreira, serão apresentadas as colecções de roupas, acessórios, sapatos e adereços que podem ser encontrados nas lojas do concelho de Almada.

Merche Romero, Carla Matadinho, Érica Aguilar, Susana Mendes, Valter e Fernando Nogueira, são alguns dos modelos que também marcarão presença neste desfile, para além de outras figuras públicas portuguesas convidadas pelos lojistas participantes no evento.

A Noivas D´Alma, sublinha, "é uma loja nova mas com um objectivo bem definido, ajudar os noivos para que o dia do seu casamento seja o mais elegante. Com esse fim temos as mais importantes marcas de Vestidos de noiva, nacionais e internacionais, Fatos de noivo da marca Penhalta, roupa de cerimónia e Atelier para os pedidos mais especiais."

 

 

Amanhã é dia de votar e a noite é de todas as decisões das legislativas 2009...

 

Gente séria em campanha irreverente para mudar Portugal 
 
 
 
 
 
 
Segunda-feira, bairro de Marvila, Lisboa. São nove da noite e, à porta de um restaurante, meia dúzia de fumadores entretém-se em conversas animadas. “Já empatámos”, anuncia um recém-chegado. O Sporting começava a reviravolta frente ao Olhanense e, por momentos, o futebol foi o assunto do serão. Parece um grupo de amigos em jornada de convívio. Mas não. Aqui trabalha-se para as eleições legislativas (e também para as autárquicas): o MMS, Movimento Mérito e Sociedade, enquadra o jantar nas suas acções de campanha e anuncia esta noite o seu candidato à Câmara Municipal de Lisboa.

António Costa, o candidato autárquico (sim, é homónimo do actual titular do cargo), faz as honras da casa enquanto se aguarda a chegada de Eduardo Correia, presidente do partido e cabeça de lista das legislativas por Lisboa. Que esteve em Alvalade, nas imediações do estádio, a distribuir panfletos e passou por casa para mudar de roupa e tomar banho, após um dia de pó e calor. Chega perto das 23h00, com a marca dos óculos escuros bem vincada na cara. Muitos já foram começando a comer, que os empregos e as famílias não permitem grandes atrasos numa noite de semana.

É assim a campanha de um pequeno partido – um “novo partido” corrigem, quando a expressão surge. Quase toda a gente se conhece, a agenda é acertada de véspera e os activistas desmultiplicam-se em acções de rua que tentam compensar a falta de exposição mediática. “Temos falado com muita gente e notamos um enorme progresso em termos de reconhecimento do partido por parte das pessoas, mas não é assim que conseguimos passar a mensagem à esmagadora maioria dos eleitores”, avalia Eduardo Correia, já sentado à mesa para um (muito frugal) jantar.

As ideias e os ecos

O partido que, em Outubro passado, nas eleições europeias, recolheu menos de 0,7 por cento dos votos sente que tem uma mensagem para passar às pessoas, mas não tem tido a colaboração das televisões, rádios e jornais. É por isso que puxam pela imaginação e protagonizam acções inesperadas, como basear a campanha na mensagem de que os portugueses devem mandar os líderes dos partidos com assento parlamentar para a “Conchichina”?

“Não, já nem pensamos nisso. Já tivemos acções – lembro-me de uma com os sem-abrigo – em que achámos que os media iam fazer muito barulho. Não apareceu ninguém. Agora limitamo-nos a pôr em prática ideias que nos parecem boas”, diz o presidente do MMS. Que se manifesta completamente contra a “política-espectáculo”: “Temos é de ser criativos para chegarmos a mais gente.”

Sob esse prisma, como analisar a providência cautelar interposta no Supremo Tribunal Administrativo para adiar as eleições devido à alegada falta de igualdade e imparcialidade da comunicação social no tratamento das 15 candidaturas? Genial golpe de marketing? “Não. A providência cautelar é o verdadeiro ADN deste partido, no que ela significa de exercício da cidadania responsável e não-conformada”, vinca Eduardo Correia. “Não foi um golpe para dar nas vistas.”

Antes, por exemplo, o MMS tinha solicitado a lista completa dos vencimentos e pensões dos titulares dos cargos políticos em Portugal. Algum tempo depois, a Caixa Geral de Aposentações declarou-se incapaz de satisfazer o pedido, por essa lista não existir. “Então quem deve 50 euros ao Estado vai para uma lista e não se pode saber quanto ganham os titulares dos cargos políticos?! É um escândalo! Pensámos que ia dar pano para mangas na comunicação social, mas nada...”

Por isso, foi preciso puxar pela imaginação. A colaboração de um dos mais premiados publicitários portugueses, militante do partido, tem sido preciosa. E, como os dois eixos da campanha são “a criatividade e o trabalho de formiguinha”, na avaliação de Eduardo Correia, resta ao resto do pessoal pôr mãos à obra. “Ninguém distribui tantos panfletos como eu!”, avalia o presidente durante o jantar. Há quem discorde: “Olha que não: ali o Cristóvão [Carvalho, director de campanha] é uma máquina...”

Nem esquerda, nem direita

O MMS não quer saber de direita e esquerda. Diz que quer ser um partido da frente. E que a melhor forma de os portugueses mostrarem o seu descontentamento não é virar costas à política. “Mudar Portugal”, só se mudar a classe dirigente. Mandar os líderes parlamentares para a “Conchichina” passou a ser a grande mensagem da campanha. O resto é um programa que tanto parece advogar princípios aparentemente de esquerda – ensino e a saúde gratuitos, por exemplo – como defende medidas normalmente conotadas com a direita – veja-se o agravamento de penas para os criminosos.

Neste particular, um aparente radicalismo: a castração química dos ofensores sexuais. Como?! Responde Eduardo Correia: “A ideia também me sobressaltou quando foi apresentada. Mas depois vemos que ela é aplicada na Suécia, na Dinamarca, na Alemanha. E está em debate em Itália e França. E, se pensarmos bem, arrepiante não é a ideia de castrar quimicamente os agressores; arrepiante é pensar que o caso Casa Pia ainda não está esclarecido, arrepiante é constatar que crianças à guarda do Estado foram vítimas de abusos; arrepiante é as crianças de agora não poderem viver com a mesma segurança que nós tivemos.”

Com várias medidas tendentes a baixar impostos, como é que o MMS governaria Portugal? Reduzindo drasticamente o aparelho do Estado? Sim, mas não só. Professor universitário e doutorado em Finanças, o presidente do MMS explica: “A baixa dos impostos criará uma dinâmica económica. Cada um de nós sabe gastar melhor o seu dinheiro do que o Estado. Isso e uma estratégia de desenvolvimento (que nós vemos virada para o mar) bem definida permitirá lançar o país para a frente.”

O MMS considera que as pastas fundamentais de um Governo são as da Educação, Economia, Justiça e Saúde. Não a das Finanças, como tem sido regra em Portugal. “O Estado tem de regular e escrutinar essa regulação. Se fizer isto bem feito, temos país! Mas não é nada disso que acontece...”

Chamar quem não vota

Foi por isso que o MMS organizou, na manhã de quarta-feira, em Belém, uma corrida para trás em “homenagem” aos líderes dos partidos com assento parlamentar, que, na sua óptica, têm feito o país recuar nas últimas décadas. Quatro homens e uma mulher, de braço solidariamente dado, atiram-se ao caminho... “1975, 76, 77... aceleram na marcha atrás durante a década de 80, com a chegada dos fundos comunitários, continuam a recuar... 2007, 2008, 2009... e caem ao chão. Como o país.”

Uma campanha destas vive de ideias, mas precisa de meios. Os membros do MMS dão o seu tempo (na sua maioria sem usufruírem das licenças laborais que podem ser solicitadas pelos candidatos) e o seu dinheiro. “As nossas mulheres é que não acham graça nenhuma...” Conseguem marcar presença diária nas ruas, à conta de muito voluntarismo e uma certa dose de improvisação. Mas aparecem pouco na comunicação social.

É dessas dificuldades, mas também do futuro da imprensa; das estranhas decisões do Presidente da República, mas também dos golos de Alvalade; dos erros das sondagens, mas também dos veículos especiais utilizados na campanha; é de tudo isso que se fala à mesa do jantar. E também do “grande facto político desta campanha”, os Gato Fedorento. Combina-se a distribuição das tropas no dia seguinte, organizam-se as intervenções dessa noite. Quando Eduardo Correia fala às “massas”, percebe-se que tem carisma, o improviso está cheio de mensagens fortes e concisas.

Será preciso Mudar Portugal. Para isso, o MMS terá de convencer, não os eleitores de outros partidos, mas os muitos que não se revêem na actual classe política e optam pelo voto em branco ou pela abstenção. O partido teve apenas 21.738 votos nas últimas europeias, mas como em Junho passado os brancos foram 165.830, os nulos 69.918 e a abstenção ultrapassou os 60 por cento, o mínimo que se pode dizer é que a margem de progressão é gigantesca.

Será que alguém os ouviu? “Sim”, asseguram eles. “Não”, diz Joaquim Paula, cana de pesca esticada sobre as águas do Tejo. “Nunca ouvi falar desse partido”, confessa. “Vi-vos ali e pensei que era publicidade às motas.” Não são bem motos. São as Tracer. Bem giras, por sinal.

Três estreantes: Resultados das europeias animam MEP e MMS

A primeira vez que participou numas eleições – as europeias de Junho passado –, o Movimento Esperança Portugal (MEP), de Rui Marques, entrou directamente para o lugar de sexta força política nacional, logo a seguir ao CDS-PP. Esse resultado (1,54 por cento, correspondente a 55.072 votos) não lhe permitiu eleger um deputado para o Parlamento Europeu, mas alimentou-lhe a esperança de vir a conseguir, nas legislativas do próximo domingo, eleger pelo menos um deputado para a Assembleia da República.

O Movimento Mérito e Sociedade (MMS) obteve nas europeias 0,61 por cento, o que representa 21.738 votos. Este resultado colocou-o em nono lugar no conjunto dos partidos nacionais. Em sétimo lugar ficou o PCTP/MRPP (1,20 por cento), seguido pelo MPT - Partido da Terra (0,67 por cento). Na sondagem para as legislativas deste mês realizada pela Intercampus para o PÚBLICO, TVI e Rádio Clube Português, com o método de voto em urna, um número elevado (9,2 por cento) de inquiridos manifesta a intenção de votar branco, nulo ou nos pequenos partidos – uma percentagem bastante superior ao que é habitual nas legislativas (geralmente em torno dos cinco por cento).

O terceiro partido que se estreia em eleições legislativas é o PTP, Partido Trabalhista Português, oficializado em Julho, já após a votação para o Parlamento Europeu.

 

 

publicado por Rickymcdread às 23:19
link do post | comentar | favorito
|
 

.Janeiro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


. Encomendas de postais per...

. A emoção do Euro 2012, re...

. ROCK IN RIO - LISBOA - 20...

. A TUA CARA NÃO ME É ESTRA...

. A morte da cantora Whitne...

. Grande final de "Secret S...

. Novidades "Casa dos Segre...

. A expulsão de Susana da "...

. Novidades da "Casa dos Se...

. Concerto de Britney Spear...

. Janeiro 2016

. Julho 2012

. Maio 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008



Copyright Info / Info Adicional

 x - rap das armas
online